Sobre aquaterráriosAquaterrários são biomas com água e terra

Marinho

Olá pessoal! Cá estou eu de novo, o Marinho da Aquaterrário e hoje vou falar sobre o que? “Aquaterrários”.

Para começar, o outro nome desses aquaterrários é paludário, que, traduzindo, significa “pântano em recipiente fechado”.

Esse é um tipo de viveiro que incorpora tanto elementos terrestres como aquáticos. 

Os aquaterrários geralmente consistem em um recipiente fechado em que os organismos são mantidos em ambientes específicos.

São biomas simulados mantidos por razões estéticas, para fins científicos ou até horticultura. 

Aquaterrários podem variar em tamanho.

Você verá desde pequenos até biosferas grandes o bastante para conter árvores inteiras. 

Mas é claro que aqui falamos daqueles para manter outros tipos de pets, como tartarugas, caranguejos etc.

shutterstock_2075602825

Flora e fauna em biomas simulados

Aquaterrários englobam ambientes de água, terra e ar, que possibilitam uma variada criação de faunas diferentes dentro do recinto. 

São comuns para a criação de anfíbios, peixes e répteis, sendo possível criar insetos também. 

Os animais mais adequados para um aquaterrário são os que vivem em ambientes anfíbios como brejos, pântanos ou manguezais.

Mas, é claro, aquaterrários incluem plantas que se dão bem em áreas úmidas ou alagadas, sendo a mais comum a Anubias, uma planta anfíbia muito resistente.

red-eared-terrapin-in-aquarium-2021-08-30-15-39-41-utc

A parte coberta de água também é capaz de promover muitas espécies de flora aquáticas.

Montar um aquaterrário

Um aquaterrário deve seguir algumas normas para não prejudicar animais e plantas que viverão nele.

Ele é um micro ecossistema, onde imitamos o habitat de alguns organismos que pretendemos manter em cativeiro.

E para isso a empresa Aquaterrário tem as melhores soluções que você pode consultar aqui. 

Mas, só para dar uns exemplos, caso seja um aquaterrário de caranguejos, deve-se montar uma parte dele com água e um filtro e uma parte com terra ou cascalho e plantas.

Esse tipo é para animais que dependem da água para sobreviver como, por exemplo, sapos, rãs, pererecas, salamandras etc. 

O aquaterrário deve ter também um sistema de iluminação própria do animal a ser criado, imitando a luz do seu habitat.

Um aquaterrário para quelônios (tartarugas, cágados etc.) deve ter um bom sistema de filtragem, pois eles defecam muito na água. Pode-se fazer um sistema de escoamento de água, sem a necessidade do uso de filtros.

Lembrando que na Aquaterrário você encontra terrários simples; com filtro interno; e até com cachoeira. E em diversas medidas para se adequar mais aos biomas que queremos criar.

Deixe um comentário

Sobre aquaterráriosAquários, vidros lapidados, qualidade e segurança

Marinho

Olá pessoal aqui estou eu, o Marinho, e quero falar de um assunto muito sério: Aquarismo.

Sei que esse é o meu assunto recorrente, mas quero ressaltar que aquarismo pode ser um hobby, mas não é brincadeira.

É claro que ter um aquário de peixes coloridos e variados é atraente.

E peixes são pets bem tranquilos, mas há algumas espécies que não podem ser colocadas no mesmo aquário.

Algumas espécies podem lutar com outras até a morte de um ou de ambos. 

E tenho certeza de que os fãs de aquarismo não querem um campo de batalha e sim uma coexistência pacífica.

Além disso, existem peixes muitos predadores, que podem eliminar a população das outras espécies. 

Por tudo isso, é essencial conhecer um pouco mais sobre cada espécie de peixe para mostrar aos clientes quais podem conviver em harmonia.

colorful-fish-in-aquarium-2021-09-08-19-02-43-utc

Peixes de água doce ou de água salgada?

Peixes de água fria ou de água quente?

Five clown fishes in aquarium with corral on the background.

Outro aspecto importante a considerar é diferenciar os peixes de água quente e os de água fria. 

Isso é essencial para instalar (ou não) um sistema de aquecimento no aquário, para fornecer condições de desenvolvimento aos peixes.

Além disso, é preciso prestar atenção especial ao filtro para o aquário de modo a manter a saúde das águas.

Peixes que podem viver juntos em um aquário

Finalmente, vamos falar das espécies que vão conviver em paz dentro de uma aquário.

Kinguio, Neon, Cauda-de-véu, Betta, Tetra, Colisa, Danio, Tetra-preto, Cascudo, Otocinclus, Coridora, Tetra nariz-de-bêbado são bons peixes para seu aquário e que não causarão grandes problemas uns para os outros.

Mas, se tiver um peixe que “come algas” junto com os bettas em um aquário, é importante evitar a sua reprodução. Os come-algas costumam atacar os ninhos dos bettas, provocando conflitos significativos no aquário.

Ah! Em tempo, não tenha mais de um macho de peixe betta. Mas ter mais de uma fêmea, ok.

Bettas costumam lutar por território ou para decidir quem é o “betta alfa” do lugar. 

Deixe um comentário

× Como podemos te ajudar?